Primeira edição de “Poesia a Sul” arranca no dia 1 de outubro

Entre os dias 1 e 17 de Outubro, o concelho de Olhão vai ser “invadido” por cultura, nas mais variadas formas e em locais diversos. Trata-se da primeira edição de “Poesia a Sul”, uma organização da Câmara Municipal.
A iniciativa, o maior encontro de poesia a sul de Lisboa, é comissariada pelo poeta olhanense Fernando Cabrita, e traz ao concelho nomes nacionais e internacionais, como Manuel Alegre, Amadeu Batista, Teresa Rita Lopes, Fernando Esteves Pinto, ou Manuel Moya, entre muitos outros.
Poesia, música, exposições, teatro, debates, apresentações, leituras e recitais são apenas alguns dos motivos pelos quais vai valer a pena visitar Olhão na primeira metade do mês de Outubro.
O programa arranca na quinta feira, dia 1, às 18h00, com a sessão inaugural, no Salão Nobre da Câmara Municipal, presidida pelo presidente da Autarquia, António Miguel Pina. Segue-se a apresentação do livro Que Dizem os Poetas Algarvios e Andaluzes de Agora, da autoria de Fernando Cabrita. Às 19h30, está agendada a inauguração das exposições de pintura de dois artistas plásticos, um espanhol e outro olhanenese: Juan Manuel Seisdedos e Igor Silva, respectivamente.
Na sexta feira, dia 2, o destaque da programação desta primeira edição de “Poesia a Sul” vai para a animação de rua, com muita música e poesia, a acontecer a partir das 17h00, no espaço compreendido entre os Mercados Municipais e a Rua do Comércio. A partir das 18h00, na Galeria Sul Sol e Sal conversa-se sobre Álvaro de Campos, com a presença de Teresa Rita Lopes e Manuel Moya. No sábado, 3 de Outubro, à noite, a poesia espalha-se por vários bares da cidade de Olhão.
Entre segunda feira, dia 5, e quinta feira, dia 8, as escolas do concelho vão ser visitadas por poetas, dando, assim, oportunidade aos alunos para conversarem com os autores sobre este género literário. Também neste período, o Arquivo António Rosa Mendes e a Galeria Sul Sol e Sal acolhem, diariamente, entre as 18h30 e as 20h00, apresentações de diversos poetas de Olhão, do Algarve e de Espanha, mas também de outros países, como a Ucrânia.
Na quinta feira, 8 de Outubro, um grupo de poetas ibéricos debate o tema “A Poesia e a Edição”, com moderação de Paulo Penisga. O evento ocorre no Arquivo António Rosa Mendes, a partir das 18h00.
Dia 10 de Outubro, sábado, as “Conversas de Museu”, no Museu Municipal de Olhão, são sobre o célebre poeta olhanense João Lúcio, numa palestra por Fernando Cabrita, às 15h00. Mais tarde, a partir das 21h45, sobe ao palco do Auditório Municipal de Olhão um espectáculo com contribuição voluntária, cujas receitas revertem a favor da ADAPO – Associação de Defesa dos Animais e Plantas de Olhão. Actua o Coro Infanto Juvenil da Academia de Artes de Lisboa.
No domingo, 11 de Outubro, a programação deste que é o maior encontro de poesia a sul de Lisboa, é dominada por um passeio (11h00) pela Ria no Caíque Bom Sucesso, ou em embarcação de recreio. À tarde, pelas 16h30, o Arquivo Municipal António Rosa Mendes acolhe o poeta Fernando Reis Luís, seguindo-se um recital de poesia.
Os poetas ibéricos voltam a estar em destaque entre segunda feira, dia 11, e quinta feira, dia 15 de Outubro, com apresentações diárias, ao fim da tarde, a ocorrerem num de três espaços: Arquivo Municipal António Rosa Mendes, Galeria Sul Sol e Sal ou Auditório da Praça de Agadir.
Na sexta feira, dia 16, o espaço dos Mercados Municipais é palco privilegiado para a leitura de poemas de José Luis Piquero, Eva Vaz, Rafael Vargas e Mário Rodrigues; uma iniciativa agendada para as 22h00.
No dia de encerramento da primeira edição de “Poesia a Sul”, sábado, 17 de Outubro, o convidado de honra é Manuel Alegre. O nome maior da poesia e da literatura nacionais vai marcar presença em vários eventos ao longo do dia, a começar com um encontro subordinado ao tema “A Praça da Canção e a Democracia Portuguesa”, com apresentação de Carlos Brito, a decorrer no Salão Nobre da Câmara Municipal, a partir das 17h00. Mais tarde, às 18h30, no mesmo espaço, Manuel Alegre, Carlos Brito, Fernando Cabrita, Manuel Madeira e Rafael Vargas debatem “A Poesia e a Cidadania”, com moderação de João Minhoto Marques, da Universidade do Algarve. A edição de 2015 de “Poesia a Sul” encerra com chave de ouro às 20h30, com uma leitura de poemas de Manuel Alegre, por João Pereira.
Comentários
PUB

Veja também

Museu Municipal de Olhão assinala 20.º aniversário com exposição de rua

O Museu Municipal de Olhão – Edifício do Compromisso Marítimo assinala a passagem do seu …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB