PUB

Primeira edição de “Poesia a Sul” arranca no dia 1 de outubro

Entre os dias 1 e 17 de Outubro, o concelho de Olhão vai ser “invadido” por cultura, nas mais variadas formas e em locais diversos. Trata-se da primeira edição de “Poesia a Sul”, uma organização da Câmara Municipal.
A iniciativa, o maior encontro de poesia a sul de Lisboa, é comissariada pelo poeta olhanense Fernando Cabrita, e traz ao concelho nomes nacionais e internacionais, como Manuel Alegre, Amadeu Batista, Teresa Rita Lopes, Fernando Esteves Pinto, ou Manuel Moya, entre muitos outros.
Poesia, música, exposições, teatro, debates, apresentações, leituras e recitais são apenas alguns dos motivos pelos quais vai valer a pena visitar Olhão na primeira metade do mês de Outubro.
O programa arranca na quinta feira, dia 1, às 18h00, com a sessão inaugural, no Salão Nobre da Câmara Municipal, presidida pelo presidente da Autarquia, António Miguel Pina. Segue-se a apresentação do livro Que Dizem os Poetas Algarvios e Andaluzes de Agora, da autoria de Fernando Cabrita. Às 19h30, está agendada a inauguração das exposições de pintura de dois artistas plásticos, um espanhol e outro olhanenese: Juan Manuel Seisdedos e Igor Silva, respectivamente.
Na sexta feira, dia 2, o destaque da programação desta primeira edição de “Poesia a Sul” vai para a animação de rua, com muita música e poesia, a acontecer a partir das 17h00, no espaço compreendido entre os Mercados Municipais e a Rua do Comércio. A partir das 18h00, na Galeria Sul Sol e Sal conversa-se sobre Álvaro de Campos, com a presença de Teresa Rita Lopes e Manuel Moya. No sábado, 3 de Outubro, à noite, a poesia espalha-se por vários bares da cidade de Olhão.
Entre segunda feira, dia 5, e quinta feira, dia 8, as escolas do concelho vão ser visitadas por poetas, dando, assim, oportunidade aos alunos para conversarem com os autores sobre este género literário. Também neste período, o Arquivo António Rosa Mendes e a Galeria Sul Sol e Sal acolhem, diariamente, entre as 18h30 e as 20h00, apresentações de diversos poetas de Olhão, do Algarve e de Espanha, mas também de outros países, como a Ucrânia.
Na quinta feira, 8 de Outubro, um grupo de poetas ibéricos debate o tema “A Poesia e a Edição”, com moderação de Paulo Penisga. O evento ocorre no Arquivo António Rosa Mendes, a partir das 18h00.
Dia 10 de Outubro, sábado, as “Conversas de Museu”, no Museu Municipal de Olhão, são sobre o célebre poeta olhanense João Lúcio, numa palestra por Fernando Cabrita, às 15h00. Mais tarde, a partir das 21h45, sobe ao palco do Auditório Municipal de Olhão um espectáculo com contribuição voluntária, cujas receitas revertem a favor da ADAPO – Associação de Defesa dos Animais e Plantas de Olhão. Actua o Coro Infanto Juvenil da Academia de Artes de Lisboa.
No domingo, 11 de Outubro, a programação deste que é o maior encontro de poesia a sul de Lisboa, é dominada por um passeio (11h00) pela Ria no Caíque Bom Sucesso, ou em embarcação de recreio. À tarde, pelas 16h30, o Arquivo Municipal António Rosa Mendes acolhe o poeta Fernando Reis Luís, seguindo-se um recital de poesia.
Os poetas ibéricos voltam a estar em destaque entre segunda feira, dia 11, e quinta feira, dia 15 de Outubro, com apresentações diárias, ao fim da tarde, a ocorrerem num de três espaços: Arquivo Municipal António Rosa Mendes, Galeria Sul Sol e Sal ou Auditório da Praça de Agadir.
Na sexta feira, dia 16, o espaço dos Mercados Municipais é palco privilegiado para a leitura de poemas de José Luis Piquero, Eva Vaz, Rafael Vargas e Mário Rodrigues; uma iniciativa agendada para as 22h00.
No dia de encerramento da primeira edição de “Poesia a Sul”, sábado, 17 de Outubro, o convidado de honra é Manuel Alegre. O nome maior da poesia e da literatura nacionais vai marcar presença em vários eventos ao longo do dia, a começar com um encontro subordinado ao tema “A Praça da Canção e a Democracia Portuguesa”, com apresentação de Carlos Brito, a decorrer no Salão Nobre da Câmara Municipal, a partir das 17h00. Mais tarde, às 18h30, no mesmo espaço, Manuel Alegre, Carlos Brito, Fernando Cabrita, Manuel Madeira e Rafael Vargas debatem “A Poesia e a Cidadania”, com moderação de João Minhoto Marques, da Universidade do Algarve. A edição de 2015 de “Poesia a Sul” encerra com chave de ouro às 20h30, com uma leitura de poemas de Manuel Alegre, por João Pereira.
Comentários
PUB

Veja também

VII Poesia a Sul volta a trazer cultura aos quatro cantos de Olhão

É já a partir da próxima Sexta-feira, dia 15 de Outubro de 2021, que Olhão …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

PUB