Olhão comemorou Dia da Cidade

Leal falou das “dificuldades” que o concelho atravessa mas também da “confiança no futuro” e de “projetos estratégicos”

A voz inconfundível de Viviane e o ritmo frenético dos Íris marcaram, na quinta feira, 16, as comemorações do Dia da Cidade de Olhão, no qual foram também distinguidos funcionários camarários e olhanenses ilustres e entregues coletes de salvação a pescadores, entre outras atividades.

A dedicação à causa pública dos funcionários camarários com 25 anos de serviço foi distinguida, o mesmo acontecendo com outros representantes do concelho, como a deputada municipal Joana Soares, o atleta Jorge Costa ou o treinador e jornalista Humberto Gomes, e ainda com jovens estudantes, premiados pelo seu mérito e resultados no último ano letivo.

Por outro lado, o Grupo de Acção Costeira (GAC) do Sotavento Algarve entregou 346 coletes de salvação aos pescadores do concelho, que servirão para apetrechar cerca de uma centena de embarcações.

A entrega destes coletes surgiu no seguimento das candidaturas feitas pelos pescadores junto do GAC do Sotavento, que adquiriu o material agora oferecido a quem faz da vida no mar o seu dia-a-dia.

No Dia da Cidade, o executivo camarário assinalou ainda a atribuição de nomes a várias artérias localizadas na cidade e nas freguesias, cujas designações foram anteriormente aprovadas em reunião de câmara. Olhão tem agora mais duas dezenas de ruas e avenidas com nome atribuído.

Foram também inauguradas uma exposição do Centro de Pintores Olhanense e a sede do Clube de Caça e Pesca Cavaquense, em Quatrim do Norte, na freguesia do Moncarapacho.

Nas noites de 15 e 16 de junho, a baixa de Olhão também esteve animada com milhares de pessoas a assistirem aos concertos dos Íris e de Viviane.

Em dia de festa, o autarca Francisco Leal falou das “dificuldades” que o concelho atravessa mas também da “confiança no futuro” e de “projetos estratégicos”, caso das obras que estão a decorrer na Escola EB1 de Moncarapacho, as intervenções na zona histórica, a construção da variante norte à cidade e as obras do Programa Polis na zona ribeirinha.

O edil referiu ainda a recente criação da empresa municipal AmbiOlhão, para gerir as águas, resíduos sólidos e urbanos do concelho, que “espera ser um exemplo de bem saber fazer”.

Hoje, sábado, e ainda no âmbito das comemorações do Dia do Município, o grupo de teatro A Gorda apresenta, também no Jardim Pescador Olhanense, a peça «Mê Menine, e o tê Pai?», a partir das 22:00 horas.

In http://www.regiao-sul.pt

Comentários
PUB
PUB

Veja também

Passagem de ano 2022/2023 em Olhão

A Passagem de Ano em Olhão vai ter mais uma vez a festa, a música …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *