Município de Olhão apresenta filme Cavalos de Guerra a 23 de Novembro

O Auditório Municipal de Olhão acolhe a 23 de Novembro de 2019, pelas 16h30, a estreia do filme Cavalos de Guerra, uma produção Chimera Visuals by João Rodrigues para o Município de Olhão.

A exibição serve de mote para assinalar o Dia Nacional do Mar, que se celebra a 16 de Novembro. Apesar de inicialmente a estreia estar marcada para data anterior, devido aos muitos pedidos para que a exibição se fizesse ao fim de semana, o Município decidiu alterar o evento para o dia 23 de Novembro, Sábado.

Aquela que foi considerada a maior comunidade de cavalos-marinhos do mundo, enfrenta hoje sérios riscos de desaparecimento. Uma equipa de mergulhadores, fotógrafos e cientistas embarcaram numa missão pelas águas labirínticas da Ria Formosa, com o objectivo de salvar um dos tesouros mais valiosos de Portugal, o enigmático cavalo dos mares. Um projecto que o Município de Olhão muito se honra de financiar como referiu fonte oficial.

O desaparecimento de cavalos-marinhos na Ria Formosa, nos últimos anos, é alarmante. A pressão humana sobre este ecossistema tem sido brutal e o habitat essencial destes seres vivos, constituído maioritariamente por pradarias de ervas marinhas, está a desaparecer a um ritmo alucinante. Entre as inúmeras ameaças, a captura ilegal com destino ao mercado asiático já dizimou grande parte da população.

De forma a combater este problema, o documentário Cavalos de Guerra, do Município de Olhão, produzido pela Chimera Visuals, pretende actuar como ferramenta de conservação através da sensibilização da comunidade.

Trata-se de um filme que pretende transmitir ao espectador a necessidade de conservação do nosso património natural, assim como o papel importante que cada um de nós desempenha para o equilíbrio do meio ambiente, a nossa única casa.


Situado no Algarve, o Parque Natural da Ria Formosa é uma das 7 Maravilhas Naturais de Portugal.

Um património de valor incalculável com uma área de 18400 hectares que se estende ao longo de 60 quilómetros de costa do sotavento algarvio. Trata-se de uma área protegida com características únicas de extrema importância para a região. Se explorada de forma consciente e sustentável, a Ria Formosa poderá vir a ser um dos motores da nova “economia azul”. As potencialidades deste ecossistema ao nível tecnológico, novas energias, aqua-cultura e biotecnologias são hoje consideradas um desígnio nacional e um mar de oportunidades.

Apesar de a entrada para a estreia de Cavalos de Guerra ser livre, carece de reserva de acordo com a disponibilidade de lugares sentados.

Assim, os bilhetes podem ser levantados no horário normal de funcionamento do Auditório Municipal de Olhão, de Terça a Sexta-feira das 14h00 às 18h00, a partir de 5 de Novembro.

Serão disponibilidados, no máximo, três (3) bilhetes por pessoa.

 

Comentários
PUB

Veja também

“Planeta Oceano” alerta alunos olhanenses para importância de proteger os mares

Todas as escolas do concelho de Olhão recebem, até à próxima Sexta-feira, 7 de Fevereiro …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB