PUB

Mercados de Olhão assinalam 104 anos de história a pensar no Ambiente

Os Mercados Municipais de Olhão assinalam esta Sexta-feira, 1 de Maio de 2020, o seu 104.º aniversário, sob o lema “produtos 100% frescos” e com a protecção do Ambiente em primeiro plano.

Assumindo o compromisso de despertar consciências para o flagelo que são os resíduos de plástico no mar e dos malefícios que provocam em toda a vida marinha, pretende-se provocar uma alteração de hábitos no que diz respeito ao acondicionamento das compras efectuadas neste espaço comercial de excelência de Olhão.

Assim, este aniversário vai marcar o arranque de uma campanha, cujo objectivo é erradicar definitivamente os sacos de plástico no acondicionamento dos produtos vendidos nos mercados.

E porque a protecção do Ambiente é uma responsabilidade de todos, a administração dos Mercados de Olhão irá distribuir cerca de 15.000 sacos de papel, a título gratuito, aos operadores dos Mercados, para utilização nas suas vendas, um importante investimento que aposta na diferenciação e na consciencialização ambiental.

O saco de papel, funcional e de uso prolongado, garante a qualidade do peixe, mariscos, moluscos, crustáceos, verduras, frutas e outros produtos alimentares adquiridos frescos, mesmo no congelador.

O 104.º aniversário dos Mercados Municipais de Olhão decorre, também, sob o lema “produtos 100% frescos”, que apela aos consumidores que prefiram a excelência dos produtos comercializados nos mercados nas suas compras, valorizando os produtos, vendedores e mercados olhanenses.

Para além de um dos locais preferidos pelos olhanenses para as suas compras, os Mercados Municipais são um dos ex-libris da cidade e do concelho, estando intimamente ligados à sua história.

Começaram a ser construídos em 1912, sendo inaugurados quatro anos depois. Há mais de um século que são um dos postais ilustrados de Olhão, e local de visita obrigatória para turistas e residentes.

São exemplos modelares da arquitectura do ferro e do vidro, com enorme impacto urbanístico, em tijolo aparente e estrutura metálica.

Submetidos a profundas obras de recuperação, viriam a ser reabertos ao público em 3 de Julho de 1998.

No interior, sobressaem as paredes revestidas com azulejos da autoria de Costa Pinheiro.

Comentários
PUB

Veja também

Poesia a Sul traz vasto programa cultural a Olhão durante 10 dias

Olhão acolhe, entre os dias 19 e 28 de Outubro de 2018, o IV Encontro …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB