PUB

EPPO Liberta corvinas marcadas na Ria Fomosa

A Estação Piloto de Piscicultura de Olhão (EPPO)/IPMA libertou no dia 25/03/2020, na Ria Formosa em Olhão, cerca de 600 corvinas de 450g (peso médio).

Metade destas corvinas encontram-se marcadas, pelo que o mesmo instituto agradece, a toda a comunidade piscatória, que sempre que for capturada uma corvina com marca, seja informado (número da marca, data e local de captura, peso e comprimento do peixe), via facebook em fb.me/EPPOolhao, ou outras alternativas como email em eppo@ipma.pt.

Esta informação é muito importante para a investigação que é feita e estas iniciativas dependem muito da colaboração de todos.

Esta acção de libertação de corvinas estava prevista para o inicio do verão, contudo face às medidas de contingência decorrentes do COVID-19, que implicaram uma redução do número de trabalhadores e para aliviar o trabalho na EPPO, esta acção teve de ser antecipada.

Entretanto, a EPPO-IPMA consciente da altura que todos se deparam com grandes dificuldades, continua a fazer doações de peixe para as IPSS.

No passado dia 26 de Março foi a vez de doar peixe à Santa Casa da Misericórdia, em Moncarapacho e em Faro, com 582 e 277 Kg de corvinas (mais de 1Kg de peso médio), respectivamente.

Deixando de ser necessário para fins científicos, o peixe foi doado ao Banco Alimentar, que indica as diferentes instituições.

Com os ensaios experimentais à escala piloto o EPPO-IPMA tenta assim responder às seguintes questões:

  • qual a melhor densidade de cultivo?
  • quais as melhores espécies para serem cultivadas com a corvina (robalo, dourada, sargo, etc)?
  • qual é o tamanho adequado vender a corvina em termos de textura do músculo?
  • entre outras questões de conhecimento.

E sim, também já foi analisado e comprova-se que a qualidade nutricional é excelente!

 

Comentários
PUB

Veja também

Ministra do Mar anuncia em Olhão licenças dos viveiristas até 2020

A Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, esteve ontem em Olhão, onde participou na libertação …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB