PUB

Comp. Dança Contemp. de Évora sobe ao palco do Auditório Municipal

Terra Chã”, a mais recente produção da Companhia de Dança Contemporânea de Évora, que cruza dança contemporânea, cante alentejano e sonetos de Florbela Espanca, vai ser apresentada no Auditório Municipal de Olhão no sábado, dia 29 de Outubro, pelas 21h30.

O espectáculo, com direcção e coreografia de Nélia Pinheiro, surge de uma abordagem do contemporâneo à linguagem sonora do cante alentejano, classificado como Património Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO. Os sonetos de Florbela Espanca e as modas do cante alentejano estruturam a partitura dramatúrgica dos corpos em cena.

A coreografia, segundo a Companhia de Dança Contemporânea de Évora, “fala da expressão da terra, das vozes e expressão dos homens, da força que os une, do peso, da densidade do ar, do vazio, do silêncio, do grupo e da solidão, dos extremos e dos seus limites, dos amores e dos desamores“.

Terra Chã” é interpretado pela própria Nélia Pinheiro e também pelos bailarinos Gonçalo Andrade, Fábio Blanco, Ivanoel Tavares e Constança Sierra Couto.

A música é da autoria de Ólafur Arnalds, incorporando também modas de cante alentejano, e os figurinos são assinados por José António Tenente.

Comentários
PUB

Veja também

“Planeta Oceano” alerta alunos olhanenses para importância de proteger os mares

Todas as escolas do concelho de Olhão recebem, até à próxima Sexta-feira, 7 de Fevereiro …

PUB