Bolo-rei gigante com 100 metros traz o Natal mais cedo a Olhão

Como já vem sendo habitual, a quadra natalícia em Olhão é enriquecida com um bolo-rei gigante, este ano com 100 metros, confeccionado pelo chef pasteleiro Filipe Martins, proprietário da confeitaria e bombonaria Kubidoce. Esta iguaria natalícia, em formato XXL, é oferecida à população no dia dia 19 de Dezembro, a partir das 10h30, junto à Igreja Matriz e Largo da Restauração.

“Esta é cada vez mais uma festa da cidade de Olhão, não da pastelaria Kubidoce”, destaca Filipe Martins, o impulsionador desta iniciativa, que conta com o apoio da autarquia de Olhão desde o primeiro momento.

Na confeitaria Kubidoce já são habituais os bolos-reis de alfarroba com laranja, passas e amêndoa, representando os genuínos sabores do Algarve, mas também o bolo-rei de chocolate branco com nozes e laranja, com chocolate negro, laranja, caju e amêndoa e o tradicional bolo-rei com frutas cristalizadas, para além do bolo-rei escangalhado e do bolo-rainha.

A novidade no Natal de 2015 será o bolo-rei de batata-doce, laranja confitada e amendoim às camadas, saído da imaginação e das mãos do conceituado chef pasteleiro olhanense.

Todas estas variedades, mais ou menos tradicionais, vão juntar-se no bolo-rei gigante, oferecido a todos quantos se queiram juntar à iniciativa. Conforme explica Filipe Martins, “apenas será solicitado um donativo simbólico, que reverterá, como habitualmente, para uma Instituição de Solidariedade Social do concelho”.

Para confeccionar este bolo-rei de 100 metros, o chef pasteleiro e a sua equipa irão utilizar mais de 150 quilos de farinha, 600 ovos, 30 quilos de açúcar, 50 quilos de chocolate branco, 50 quilos de chocolate negro, 300 quilos de frutas cristalizadas, amêndoas, nozes, pinhões, amendoins, avelãs, cajus e passas, cinco quilos de farinha de alfarroba, 10 litros de aguardente, 20 litros de azeite, 20 litros de leite, 10 quilos de fermento e 70 quilos de batata-doce.

Na pastelaria Kubidoce, revela Filipe Martins, a tradição volta a ser o que era: “voltamos a ter, nos bolos-reis grandes, o brinde e a fava, de forma a que as famílias voltem a sentir e a divertir-se com a expectativa de ver a quem calha o primeiro, e a quem sai a fava, que é quem paga o bolo-rei seguinte”.
Tradição e inovação andam de mãos dadas em todas as iguarias confeccionadas pelo chef; este Natal, surge como novidade o pão de ló tradicional, cozido em forma de barro, a que se juntam os bombons, já tão conhecidos, mas com novas formas e sabores: crocante de frutos do bosque, caramelo com flor de sal, framboesas, cereja, crocante de canela, caramelo, praliné de avelã, praliné de amêndoa, limão, tangerina, caramelo com chocolate negro, crocantíssimo e de morango, entre outros sabores e texturas, sempre em constante renovação.
Às novidades de 2015, juntam-se as árvores de Natal em chocolate. Tudo óptimas sugestões de doces presentes de Natal.
Comentários
PUB

Veja também

Oitenta metros de folar consumidos em poucos minutos no sábado

Manhã de 19 de Março. O sol brilha, apesar de ter chovido na noite anterior. …

PUB