2012 | Conhecidas as novidades do Festival do Marisco deste ano

O Festival do Marisco volta a Olhão em breve e com algumas novidades. O certame foi apresentado aos jornalistas na passada sexta-feira pelo presidente do Município de Olhão, Francisco Leal, e pelo presidente da Fesnima, Vítor Lopes, empresa municipal que organiza o evento.

A 27ª edição do Festival do Marisco, que começa a 8 de agosto e prolonga-se até dia 12, no Jardim Pescador Olhanense, nesta cidade, tem este ano menos um dia, mas a organização espera que o número de visitantes – cerca de 60 mil – se mantenha, ou seja, que as pessoas que visitavam o Festival em seis dias, este ano o façam em cinco. Uma das justificações para esta redução de um dia no Festival prende-se com a expetativa de, devido à crise, as pessoas que em anos anteriores visitavam o festival duas ou três vezes, deverem fazê-lo apenas uma ou duas vezes este ano. Esta foi também uma forma de poupar custos à organização.

Com os preços mais acessíveis (8 euros para adultos e três para as crianças) do que em anos anteriores espera-se que mais visitantes marquem presença, tal como aconteceu no ano passado, referiu na conferência de imprensa de apresentação do Festival o presidente da Câmara Municipal de Olhão, Francisco Leal.
O edil destacou que a qualidade dos mariscos e bivalves está assegurada, como sempre, aliás, mercê da constante fiscalização do veterinário municipal e da responsabilidade dos comerciantes de mariscos. “Em 26 anos nunca aconteceu um problema alimentar”, garantiu, anunciando que este ano há mais um stand de marisco no recinto do Festival, ou seja, a oferta será ainda maior.

“O Festival é o nosso grande cartaz em termos nacionais e internacionais. Ao longo destes anos tem sido uma forte aposta de divulgação da cidade e assim vai continuar”, referiu Francisco Leal. Como tal, a crise não levará à morte deste evento, garante o autarca. “O Festival do Marisco não está ferido de morte nem nunca estará!”. Assim respondeu Francisco Leal à pergunta de um jornalista, referindo-se à crise atual, acrescentando: “Com mais ou menos dificuldades, a Câmara Municipal de Olhão sempre fará o Festival do Marisco. Nunca poderemos deixar que esta realização acabe”, defendeu.

Com um orçamento de 470 mil euros – menos 20% do que no ano anterior, devido às restrições orçamentais – a qualidade está assegurada, disse o presidente da Fesnima, Vítor Lopes, que também anunciou os artistas convidados para esta edição: Tony Carreira, GNR, Tributo aos Beatles, Rui Veloso e Banda Calypso. O Festival do Marisco de Olhão promete muita animação durante cinco dias, fazendo uma simbiose perfeita entre música e mariscos variados.

Gabinete de Relações Públicas
Município de Olhão, 30.07.2012

Comentários
PUB

Veja também

Requalificação dos jardins da frente ribeirinha dá mais um passo

Já foi adjudicada, por um valor de 1,75 milhões de euros, a empreitada de requalificação …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB