2.º Encontro de coros “O Canto da Floripes”

Depois do sucesso da 1.ª edição, o 2.º Encontro de Coros “O Canto da Floripes” vai realizar-se, na Biblioteca Municipal de Olhão, no próximo sábado, dia 6 de Maio de 2017, às 16h.

Reza a lenda que Floripes, a célebre moura encantada, abandonada à sua sorte em Olhão, cantava para atrair entre os pescadores aquele que a iria salvar. Em sua homenagem, nasceu, em 2016, este Encontro de Coros da cidade cubista, numa iniciativa da Universidade Sénior, com o apoio da Freguesia de Olhão.

Nesta 2ª edição, “O Canto da Floripes” vai contar com a presença de 3 grupos corais:

“Os Monchiqueiros” – Monchique

“As Camponesas” – Castro Verde

“Grupo Coral da USO” – Olhão

Este será mais um momento cultural e recreativo inserido nas actividades mensais que a Universidade Sénior de Olhão tem vindo a promover desde 2014.

A entrada é livre. Estão todos convidados a assistir a este espectáculo.

Notas sobre os grupos corais presentes:

“Os Monchiqueiros” – Grupo de cantares da Confraria do Medronho

Fundado a 5 de Janeiro de 2012, é composto por 30 elementos e dedica-se à divulgação do património oral e cultural de Monchique e dos concelhos limítrofes do Algarve e Alentejo. “Maria Latoa” é o hino dos Monchiqueiros, canção popular que se cantava nas tabernas.

“As Camponesas” – Grupo Coral de Castro Verde

Composto por 20 mulheres, teve o seu 1º ensaio a 11 de março de 1984 e foi o primeiro grupo inteiramente feminino dedicado ao cante. Todas trabalham em casa e no campo e só à noite se juntam para ensaiar. O seu repertório é composto por “Modas” tradicionais, sendo este o seu contributo para o avivar da memória coletiva.

Grupo Coral da USO – Universidade Sénior de Olhão

Fundado em 2010, aquando da fundação da Universidade Sénior de Olhão (ainda que com algumas paragens devido à mudança de ensaiador/professor). Desde Janeiro de 2017, tem um novo maestro/professor (Jorge Alves), dedicando-se o grupo às canções tradicionais portuguesas. É composto por 30 elementos, 28 mulheres e apenas 2 homens.

Comentários
PUB

Veja também

Pedro Queiroga expõe “Mecânica da água e do tempo” na Biblioteca

A Galeria da Biblioteca Municipal José Mariano Gago acolhe, de 6 a 30 de Abril …

PUB