PUB

10 de Março 2021 – exercício NEAMWAVE’21 para testar Tsunami

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) e o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) realizam amanhã, Quarta-feira, 10 de Março de 2021, entre as 8:30 e as 14:00 horas, o exercício NEAMWAVE’21 para testar o alerta e grau de prontidão na reacção a um Tsunami.

O NEAMWAVE’21 visa testar a efectividade e o grau de prontidão do sistema de alerta para Tsunamis implementado na região do Atlântico Nordeste, Mediterrâneo e Mares Conexos (NEAMTWS, na sigla em inglês).

Trata-se de um exercício de comunicações durante o qual os diversos intervenientes de escalão nacional e internacional trocarão entre si notificações técnico-operacionais relacionadas com a eventualidade de um sismo responsável pela geração de um tsunami com impacto na costa portuguesa.

Portugal participa nas diferentes fases do exercício através da ANEPC, do IPMA, da Direção-Geral da Autoridade Marítima (DGAM), do Serviço de Busca e Salvamento Marítimo da Marinha (MRCC – Maritime Rescue Coordination Centre), do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores, do Serviço Regional de Proteção Civil da Madeira, dos Serviços Municipais de Proteção Civil e Corpos de Bombeiros dos concelhos litorais e estuarinos de Portugal Continental, bem como através de um conjunto de entidades responsáveis pela gestão de infraestruturas vitais das redes de energia, abastecimento de água, comunicações e rodo e ferroviárias.

A ANEPC envolve no exercício os vários níveis da estrutura do sistema nacional de protecção civil, nomeadamente o Comando Nacional de Emergência e Protecção Civil, os Comandos Regionais de Emergência e Protecção Civil e os Comandos Distritais de Operações de Socorro, em estreita articulação com os patamares municipal e regional autónomo, e assegurando a articulação com os restantes agentes e entidades participantes.

O IPMA intervém no exercício na qualidade de Centro de Alerta de Tsunamis responsável pela monitorização, detecção e difusão de alertas de tsunami a entidades coordenadoras nacionais, bem como às entidades de gestão da emergência de vários países do Nordeste Atlântico, como Marrocos, Espanha, Reino-Unido, Dinamarca, França, Alemanha e Irlanda, entre outros.

O NEAMTWS é a designação do sistema de alerta e aviso da região do Atlântico Nordeste, Mediterrâneo e Mares Conexos (Tsunami Early Warning and Mitigation System for the North-eastern Atlantic, Mediterranean and Connected Seas), implementado e coordenado pela Comissão Oceanográfica Intergovernamental da UNESCO depois do Tsunami do Oceano Índico de 26 de dezembro de 2004.

O sistema de alerta e aviso NEAMTWS centra a sua ação em três áreas principais:

  1. Avaliação do risco de Tsunami;
  2. Preparação e sensibilização da população;
  3. Implementação de sistemas de alerta e aviso em caso de emergência.

Actualmente estão operacionais nesta região do globo cinco Centros de Alerta de Tsunamis: CENALT (França), INGV (Itália), KOERI (Turquia), NOA (Grécia) e IPMA (Portugal), que prestam o alerta às autoridades dos Estados Membros do NEAM em caso da eventualidade ou ocorrência de tsunami.

Mais informações em ipma.pt

Comentários
PUB

Veja também

Bombeiros Municipais de Olhão transportam equipamentos para Hospital de Faro

Os Bombeiros Municipais de Olhão estão a proceder, esta Sexta-feira, 23 de Janeiro de 2021, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB